Como cortar custos de operação com eficiência em 2019

Otimização operacional desafia empresários do setor de transportes e logística a buscarem inovação na geração de energia

No atual cenário brasileiro, o ambiente empresarial apresenta desafios e exigências próprios desse momento. Dessa forma, antigas soluções utilizadas não surtem os mesmos resultados e cabe aos empresários repensar a gestão. E, no mundo do transporte de cargas esse cenário não é diferente.

Um dos maiores desafios do segmento é como aplicar soluções inteligentes para promover uma efetiva redução de custos e otimização das frotas, gastando menos combustível e evitando o desgaste de pneus e caminhões.
Entretanto, muitas empresas cometam o erro de focar somente nessa forma de reduzir despesas fixas; por outro lado, é possível investir em treinamento e qualificação de mão de obra, saúde ocupacional, gestão de pessoas, uso de energia solar e reaproveitamento de água.

Energia solar
A utilização de energia solar nas instalações da empresa também pode ajudar a colocar as contas em dia e, consequentemente, gerar receita para investimento na frota. Isso porque o uso de placas fotovoltaicas promovem redução de até 95% da conta de energia.
Dependendo do equipamento utilizado, a conta pode resumir-se somente às taxas mínimas cobradas pela concessionária de energia. Além da possibilidade de financiamento do kit, o investimento realizado se paga entre três a cinco anos. E, depois desse período, toda a energia gerada é convertida em economia para a empresa.

Com baixa manutenção, as placas de energia fotovoltaica têm garantia de geração de até 25 anos, podendo durar bem mais que isso. “Porém, os benefícios são permanentes: com a redução de custos, a empresa passa a dispor de capital financeiro para o investimento em frotas, infraestrutura e outros importantes setores. Além, é claro, de ajudar o meio ambiente, por utilizar energia gerada a partir de uma fonte renovável, limpa, inesgotável e que não emite gases poluentes”, explica Elcio Fernandes Vicentin, diretor comercial da Solen Energia, empresa do Grupo Buonny.

Valorização da marca
Outro ponto importante é que a energia solar vem se destacando como uma ação social – o que pode atrair mais clientes. Uma vez que existe uma preocupação cada vez maior com o futuro do planeta, empresas que usam fontes de energia limpas e renováveis são vistas com bons olhos pelo mercado, gerando um “marketing do bem”.

Assessoria de Imprensa

Fonte: Cargo News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *