A energia fotovoltáica cresce de forma acelerada no Brasil

0808

O Brasil é uma potência em geração de energia solar. São mais de 411 mil sistemas solares fotovoltaicos, todos conectados à rede que favorecem cerca de 514 mil unidades consumidoras. Segundo dados da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR), o Brasil passou a marca histórica de 8 gigawatts (GW) de potência operacional da fonte solar fotovoltaica. Supondo que uma residência tem em média 4 habitantes, o volume de abastecimento com energia solar hoje praticamente atenderia toda cidade de Belo Horizonte que tem 2.5 milhões de habitantes.

O setor também alavanca investimentos. Desde de 2012, a fonte já trouxe mais de R$ 40 bilhões em investimento ao país e gerou mais de 240 mil empregos acumulados.

A energia solar é uma energia alternativa, renovável e sustentável que funciona utilizando a luz solar como fonte de energia, quando a luz do raio violeta é captada pelos painéis solares, ocorre a transformação da corrente elétrica para utilização em residências, comércios e indústrias. Por utilizar os raios violetas como fonte de energia, a fotovoltaica é uma forma limpa e sem danos a natureza de se gerar energia elétrica. Com um grande aproveitamento, sendo o calor e a luz violeta como uma das fontes mais aproveitáveis e promissoras de energias do mundo. A energia elétrica fotovoltaica é utilizada para o aquecimento de água, iluminação pública e para sistemas de uso coletivo como escolas, postos de saúde e centros comunitários.

O sistema está presente em quase todos Estados, sendo Minas Gerais o líder, com mais de um quarto do total. Na sequência aparecem São Paulo, Rio Grande do Sul, Mato Grosso e Paraná, fechando a lista dos cinco maiores produtores em 2020. A nível mundial a liderança do segmento é da China, seguida de Japão e Estados Unidos. O Brasil ocupa a 16° posição mundial. Os dados são do ranking da Agência Internacional de Recurso Renováveis (Irena).

Fonte: AGROLINK 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *